fbpx

A espetacular Serra do Cipó e suas histórias

O Parque Nacional da Serra do Cipó

Com a missão e o poder de definir o destino de toda essa exuberância, em setembro de 1984, foi criado nos municípios de Jaboticatubas, Santana do Riacho, Morro do Pilar e Itambé do Mato Dentro o Parque Nacional da Serra do Cipó. 

Uma formação no estado de Minas Gerais, está entre as cidades de Mato Dentro, Jaboticatubas, Morro do Pilar, Nova União e Santana do Riacho.

Além de ser extremamente antiga, com mais de 1,7 bilhão de anos, é o divisor natural das bacias hidrográficas dos rios São Francisco e rio Doce. Com muitas espécies e vegetação únicas da região, os 100 mil hectares dos cerrados se mantém preservados.

 

Cachoeira Serra Morena

Um dos mais lindos complexos que existem na região é o complexo de três quedas na Cachoeira da Serra Morena. O Local tem muitos turistas, e durante o ano, pode se ver as três quedas do alto, incluindo a segunda, que é a mais famosa, com sua queda de 100 metros.

Ao final, existe uma piscina natural, próxima da mata ciliar. Os banhos na cachoeira são acompanhados de caminhadas, observação de fauna, flora, além de muitas fotos! Leve câmera e baterias, além de um tênis confortável.

A chegada na cachoeira exige que o turista faça uma caminhada de um quilômetro, saindo das principais pousadas. O riacho tem várias quedas e piscinas no caminho, boas para pessoas que não possam caminhar tanto, já que são propícias para banhos.

 

Mirantes

Os mirantes são pontos com visão privilegiada. Uma das mais conhecidas é a de Conceição do Mato dentro, com vistas para o Salão das Pedras, além dos Parques de Ribeirão do Campo, e da Cachoeira do Tabuleiro.

O Mirante está na Área de Proteção Ambiental da Serra do Intendente. Existe ali próximo uma antiga caverna de extração de pedras preciosas, onde algumas expedições levam para conhecer. Outras opções nos mirantes são a prática de esportes de aventura. Voô livre, Mountain Bike e Trekking são muito populares sindo do alto da Serra da Ferrugem.

 

Estátua do Juquinha

 

No mirante você encontrará uma enorme estátua no topo da serra. Ele é o Juquinha da Serra.

Personagem de inúmeras lendas na região da Serra do Cipó, a figura, sua vida e história são reais, baseadas em José Patrício. As lendas falam que foi criado por lobas, que já teve que comer escorpiões, além de ter sido picado por mais de cem cobras, se curando sozinho.

Juquinha era um andarilho, que vivia nas montanhas da Serra do Cipó com seus dois irmãos. Sustentava-se colhendo plantas e flores, que vendia ou trocava com os turistas. Ele amava a interação com pessoas diferentes, além da natureza e as montanhas. Sua paixão o fazia um personagem popular e muito querido.

Para incentivar a lenda, Juquinha da Serra morreu por duas vezes. Portador de Catalepsia, uma rara doença que faz o coração parar de bater e fazer estar muito parecido com um morto. Seu irmão, não sabendo da doença encontrou seu irmão sem pulso ou batimentos cardíacos, que o velou, com muita tristeza. Porém ele levantou no meio do velório! Por causa da lenda, ele se transformou em objeto de adoração e curiosidade.

A morte de Seu Juquinha não é esclarecida. De 3 dias, ou 30 dias depois, não sabemos quando foi, mas dessa vez, foi permanente. 

Se quiser conhecer mais sobre Minas Gerais, a Destino Certo te leva!

Além da Serra do Cipó, vamos conhecer Belo Horizonte?

Aproveite para ler também ...